Entenda o Lian Gong

Lian Gong é o trabalho persistente e prolongado de treinar e exercitar o corpo físico, com o objetivo de transformá-lo e fortalecê-lo harmoniosamente. É uma prática corporal especialmente projetada para a prevenção e o tratamento de dores no corpo, e tem como característica básica o fato de tratar objetivamente e com simplicidade de problemas específicos.

Esses exercícios foram elaborados na década de 70 pelo médico ortopedista e traumatologista Dr. Zhuang Yuan Ming, residente em Shangai, China. Esses foram introduzidos no Brasil pela professora de filosofia e artes corporais chinesas Maria Lúcia Lee.

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, os fatores que influenciam no surgimento de dores no corpo podem ser externos – vento, frio, umidade e secura, ou internos – raiva, preocupações, tristeza, medo e euforia, além daqueles relacionados à má utilização do corpo em posturas inadequadas, ao sedentarismo, ao esforço excessivo ou, ainda, devido a lesões.

Sensações de dor e dificuldades de movimento são queixas muito frequentes e podem ser tratadas de forma mais eficaz através de uma prática regular que propicie uma movimentação correta, liberando músculos, tecidos, tendões, ligamentos e abrindo as articulações. Por meio da prática pode-se aumentar a vitalidade do corpo, atuando-se preventivamente para evitar recaídas. O Lian Gong em 18 Terapias, portanto, é um modo de intervenção sobre o nosso corpo que possibilita o tratamento e prevenção de dores que de alguma forma nos criam empecilhos para a vida. Dessa forma, pode-se obter um restabelecimento da saúde e do bem-estar.

Praticantes durante IV Encontro Nacional da modalidade (foto: liangongbrasil)

Praticantes durante IV Encontro Nacional da modalidade (foto: liangongbrasil)

Nesse sentido, o Lian Gong em 18 Terapias é uma alternativa de grande valor na prevenção e terapia da LER (Lesão por Esforços Repetitivos), ou DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho) e outras síndromes músculo–esqueléticas crônicas. Além de trabalhar o alongamento e a flexibilidade, bem como o trofismo muscular e a coordenação, sua prática promove a reeducação postural e a identificação da imagem corporal, condições necessárias a um efetivo condicionamento físico global.

Ao sintetizar nas 18 Terapias seus conhecimentos da medicina moderna aliados sobretudo à sua experiência como médico ortopedista da Medicina Tradicional Chinesa (especialista em Tui-Na) e ao conhecimento de antigos exercícios terapêuticos, o Dr. Zhuang teve como maior objetivo possibilitar a transformação de nosso corpo, permitindo sua mudança de fraco para forte e de doente para saudável. Essa modificação de nosso padrão de saúde é obtida a partir da prática dos exercícios, que visam desbloquear e manter uma circulação apropriada do qi(sopro ou energia vital) correto pelo corpo. Essa circulação plena do qi possibilita o fortalecimento do corpo físico e sua organização em padrões apropriados, tendo em vista o restabelecimento de movimentos naturais.

O Lian Gong em 18 Terapias, em sua forma completa, compõe-se de três partes, sendo cada uma delas composta por 18 exercícios:

1) A primeira parte

Chamada de anterior, previne e trata dos desequilíbrios e dores nas articulações, músculos e tendões. As suas três séries têm as seguintes finalidades: 1ª série – prevenir e tratar dores no pescoço e nos ombros; 2ª série – prevenir e tratar dores nas costas e na região lombar; 3ª série – prevenir e tratar dores nos glúteos e nas pernas.

2) A segunda parte

Chamada de posterior, previne e trata inflamações nas articulações e tecidos, assim como disfunções orgânicas. As suas três séries têm as seguintes finalidades: 1ª série – prevenir e tratar dores nas articulações dos membros superiores e inferiores; 2ª série – prevenir e tratar tenossinovites; 3ª série – prevenir e tratar desordens funcionais dos órgãos internos.

3) A terceira parte

É a continuação do Lian Gong em 18 Terapias e é chamada de I Qi Gong (cultivo e beneficiamento do Qi), sendo composta por exercícios para fortalecer as funções do coração e pulmão, atuando sobre as infecções das vias respiratórias.

Algumas características devem ser ressaltadas nessa prática corporal

a) Cada série de exercícios foi criada para atuar sobre uma região específica, agindo para melhorar patologias localizadas, mas, no entanto, o movimento tem a participação de todo o corpo, ou seja, é global;

b) A frequência da prática torna-se um meio de lidarmos com os fatores que influenciam no surgimento de dores no corpo;

c) Os movimentos praticados devem ser amplos para que o exercício tenha uma função abrangente e maior; seja o trabalho muscular e da utilização da nossa força interna (nei jing), obtendo resultados mais eficazes no tratamento e prevenção de dores, já que desobstrui o movimento articular, melhora a circulação sanguínea e fortalece a musculatura;

d) Os movimentos das 18 Terapias são realizados lentamente e de forma contínua, permitindo-se que as contraturas musculares se dissolvam e as articulações se movam mais livremente, de forma mais natural;

e) Na prática, os movimentos devem estar coordenados com a respiração (inspira-se pelo nariz e expira-se pela boca), aumentando a capacidade pulmonar, exercitando o diafragma e beneficiando também o sistema circulatório. A respiração mais profunda, através dos movimentos do tórax e do abdômen realiza uma massagem nos órgãos internos que favorece seu funcionamento, permitindo que aumentemos a utilização da intenção no movimento.

A possibilidade de sermos agentes do tratamento por meio do exercício físico é uma característica essencial ao trabalho terapêutico que se desenvolve nessa técnica. O correto aprendizado do Lian Gong em 18 Terapias (tanto na prática quanto na compreensão de sua relação com a Medicina Tradicional Chinesa) e a orientação de seu professor permitem que o aluno, a partir da consciência de suas necessidades, utilize os exercícios que melhor lhe convém. A prática desbloqueia os meridianos tendino-musculares, fortalece o qi correto (mantendo o equilíbrio entre yin/yang) e, consequentemente, o sistema imunológico, melhorando o organismo como um todo e restabelecendo a condição de movimentação do corpo.

A prática da série completa do Lian Gong em 18 Terapias deve-estar sempre associada ao estímulo de um sentimento de bem-estar e de saúde, tem a duração de cerca de 36 minutos. É acompanhada e orientada por uma música executada através de instrumentos tradicionais chineses, em que se anuncia o nome do exercício e, através de uma contagem, é marcado um ritmo que estabelece o tempo de execução adequado à fluência do Qi.

Os exercícios são de fácil execução e acessíveis a pessoas de todas as idades, podendo ser realizados em qualquer lugar sem a necessidade de roupas especiais ou equipamentos. Dessa forma, com a disponibilidade de poucos minutos diários, essa prática simples dará uma efetiva contribuição para a manutenção da saúde de seus praticantes.

A TV Cultura, emissora aberta elegida pela BBC o canal com a segunda melhor programação do mundo, exibe de segunda a sexta-feira, das 7h às 7h30, os 18 exercícios da técnica chinesa. O seriado é indispensável para as pessoas que buscam saúde e longevidade.

Texto: Fádua Gustin

Fonte: http://www2.uol.com.br/vyaestelar/artecorporalchinesa.htm