Grão Mestre Li

O Grão Mestre Li Wing Kay atua há mais de 40 anos promovendo a cultura e as artes marciais chinesas, sendo responsável pela introdução de diversos estilos de kung fu no Brasil,  bem como pela formação de diversos mestres e professores. Atualmente é vice-presidente da Federação Mundial de Kung Fu (The World Kuo Shu Federation – TWKSF). Foi professor de defesa pessoal para militares, tendo ministrado aulas na Academia de Polícia Militar do Barro Branco (SP) e para policiais de outros países, tais como Estados Unidos, Argentina, Hungria, entre outros. É professor convidado de medicina chinesa da University of East-West Medicine (Califórnia-EUA). Também é autor de vários livros, sendo sua publicação mais recente o título “Chi Ná – Defesa Pessoal Chinesa: Técnicas de Imobilização” (2015). É vice-presidente da Associação de Arte e Caligrafia Chinesa do Brasil. Recebeu várias homenagens do governo brasileiro, incluindo a Medalha Anchieta, honraria concedida a personalidades que tenham conquistado a admiração e o respeito do povo paulistano. Em 2015, recebeu o troféu “The Brilliance of China”, mais conhecido como Prêmio Nobel Chinês. A honraria é concedida anualmente para os chineses residentes fora da China que mais contribuem para a divulgação da cultura chinesa pelo mundo, após uma votação que inclui as mais altas autoridades do governo chinês (cônsules, embaixadores, políticos, empresários). Li Wing Kay foi o único mestre de arte marcial do mundo a receber a honraria, que já foi entregue a algumas personalidades mundialmente conhecidas como o ator Jackie Chan e o ativista vencedor do Nobel da paz Liu Xiabo.

Mestre Li hoje Mestre Li quando chegou ao Brasil