Artes Marciais

Arte marcial chinesaAs artes marciais chinesas, conhecidas mundialmente pelo nome de “Kung Fu”, são talvez a arte marcial mais antiga que existe. Alguns livros fazem referência ao ano de 2.674 a.C., época do imperador Woon Tai (conhecido também como Imperador Amarelo). Segundo esses livros, as tropas do imperador conseguiram conter uma rebelião dos senhores feudais, que queriam dividir a China entre si, com uma técnica marcial conhecida como Wushu. Entretanto, essa afirmação não pode ser confirmada, pois a maioria dos documentos históricos que falavam sobre artes marciais na China foram destruídos pelo imperador Tchon Tchi Woon, que declarava ser o primeiro imperador da história da China e, por isso, mandou queimar e destruir todos documentos, monumentos, estátuas, entre outros registros históricos antecedentes à ele. Evidentemente, nem tudo foi perdido, pois algumas pessoas conseguiram esconder um ou outro documento importante. Contudo, existem lacunas entre um registro e outro, o que  impede determinar um período correto para o surgimento do Kung Fu.

 

 

Os benefícios da prática são diversos já que os exercícios proporcionam não apenas bem estar físico, mas também contribuem para obtenção e manutenção da saúde mental e espiritual.  De nada adianta um corpo saudável, se internamente o indivíduo se sentir estafado e desequilibrado. A filosofia chinesa constitui a base dessa arte marcial, fazendo com que indivíduo compreenda a si próprio e todas as coisas ao seu redor. Para a cultura chinesa, o aprendizado nunca se interrompe, sendo necessário ampliar a visão diariamente para que o indivíduo supere as próprias limitações, progredindo gradativamente.  Além disso, o Kung Fu implica em um minucioso trabalho de estudos, no sentido do aperfeiçoamento não só das técnicas de arte e luta (e suas aplicações), mas também dos exercícios utilizados para obtenção do preparo físico, visando o desenvolvimento harmonioso e integral do praticante, levando sempre em conta a individualidade de cada um.

Existem mais de 100 estilos de Kung Fu. Garra de águia, louva-a-Deus, tigre, macaco, bêbado, wing chun, shaolin do norte são alguns dos mais conhecidos. Nenhum estilo é melhor do que outro, cada um tem uma característica própria, que consequentemente possui pontos positivos e pontos negativos. Dessa forma o praticante deve buscar o estilo que melhor se enquadra nas suas necessidades.

O Grão Mestre Li Wing Kay ministra aulas dos seguintes estilos de kung fu: garra de águia, louva-à-Deus,  wing chun, shuai chiao e tai chi chuan